Cravo da Índia orgânico 50g

R$17,80

Nome científico: Eugenia caryophyllata

Família: Myrtaceae

Classificação: Especiaria

Utilização na culinária: O cravo da índia é uma especiaria pungente de sabor frutado, porém ardido, picante e amargo, que deixa uma sensação de dormência na boca. Tem o aroma assertivo e vivo, com notas de pimenta e cânfora. Seu uso deve ser moderado, pois se sobrepõe às outras especiarias. As partes utilizadas são os botões florais desidratados, inteiros ou moídos.

Descrição

Sinônimos: Cravo, cravinho, cravo aromático, cravo cheiroso, cravo da terra, cravo girofe, girofleiro

Partes utilizadas: Botões florais

Utilização na culinária: O cravo da índia é uma especiaria pungente de sabor frutado, porém ardido, picante e amargo, que deixa uma sensação de dormência na boca. Tem o aroma assertivo e vivo, com notas de pimenta e cânfora. Seu uso deve ser moderado, pois se sobrepõe às outras especiarias. As partes utilizadas são os botões florais desidratados, inteiros ou moídos.

Na Europa, o cravo é usado para aromatizar conservas e bebidas. Na França, é usado um cravo na cebola para temperar um cozido, um caldo ou um molho. Os holandeses o usam de forma liberal em queijos e os ingleses de forma abundante em tortas de maçã. Na Alemanha, são usados em pãe condimentados e, na América, no pernil coberto com açúcar demerara. No Oriente Médio e no norte da África, o cravo geralmente é misturado com cardamomo e canela, para ser usado como aromatizador de pratos com carne ou arroz. Na Ásia, ele é usado no pó de curry. Na Indonésia, é misturado com tabaco para a fabricação do cigarro kretek.

Existem pratos onde sua presença é essencial, como o garam masala (Índia), o pó de cinco especiarias (China) e o quatre épices (França).

Fica bom com doces e salgados, sendo presente em bolos, pães, sobremesas, caldas e compotas em quase todo lugar. Ele pode ser usado com maçã, beterraba, repolho roxo, cenoura, chocolate, pernil, cebola, laranja, carne de porco, abóbora e batata doce.

Pode ser utilizado junto de outros condimentos como pimenta da jamaica, louro, cardamomo, canela, pimenta malagueta, semente de coentro, folhas de curry, funcho, gengibre, macis, noz moscada e tamarindo.

História: Nativo das Moluscas, ilhas vulcânicas da Indonésia, o cravo vem de uma árvore sempre verde tropical, com folhas perfumadas. As flores raramente desabrocham, pois a especiaria que utilizamos é justamente os botões das flores. Os cravos chegaram na Europa nos tempos romanos, passando por Alexandria. As Ilhas das Especiarias foram conquistadas pelos portugueses e, então, pelos holandeses, que mantiveram o monopólio até 1772, quando um oficial francês contrabandeou mudas para a França. Atualmente, os maiores exportadores de cravo da índia são Madasgacar, Zanzibar e Pemba (Tanzânia).

Informação adicional

Peso 0.075 kg
Dimensões 4 × 4 × 12 cm