Alecrim convencional 30g

R$4,75

Nome científico: Rosmarinus officinalis

Família: Labiatae (Lamiaceae)

Sinônimos: Alecrim da horta, rosmarinho, rosmarino, alecrim de jardim, alecrinzeiro

Partes utilizadas: Folhas

Modo de preparo: Adicionar 1 xícara (250ml) de água fervente sobre 1 colher de chá (5g) da erva, tampar, deixar em repouso por 5 minutos e coar. Então, estará pronto para ser consumido.

Contraindicação: Grávidas de até 3 meses devem evitar consumir o chá em excesso.

Descrição

Classificação: Aromático

Utilização na culinária: O alecrim é uma erva picante e pungente, com notas de pinho, cânfora e noz moscada. Deixa uma sensação residual amadeirada, balsâmica e adstringente. Por ter um gosto forte, mesmo depois de muito tempo de cozimento, suas folhas devem ser usadas moderadamente. As flores, os ramos e os talos também podem ser utilizados, mas a flores têm o sabor mais leve.

No Mediterrâneo é comum ser usado com vegetais refogados e, na Itália, é um tempero comum para carne de veado.

Ele pode ser usado em bolachas (doces ou salgadas), pães, marinados de cordeiro, churrasco, porco, aves, azeite, creme de leite, cream cheese, caldas para sobremesas, refrescos, damasco, berinjela, repolho, ovos, peixes, lentilha, cogumelos, cebola, laranja, pastinaca, batata, coelho, abóbora e tomate.

Pode ser utilizado em combinação com outros temperos, como louro, cebolinha, alho, alfazema, levístico, hortelã, orégano, salsa, sálvia segurelha e tomilho.

Curiosidades: O alecrim é um arbusto sempre verde de até 2m de altura, muito ramificado, com folhas de um verde carregado e flores brancas com lilás.

História: O alecrim é uma planta nativa do Mediterrâneo, mas muito cultivada nas zonas temperadas, como na Europa e na América. É um arbusto, perene, perenifólio, lenhoso e denso. É usada desde a Idade Média para diversas finalidades, tanto como condimentos quanto como incensos de purificação. E cultivada na Inglaterra desde os tempos romanos até hoje.

Informação adicional

Peso 0.035 kg
Dimensões 13 × 1 × 20 cm