Os componentes das Ervas de Provence sempre cresceram em liberdade, fraternidade e igualdade nas colinas do sul da França. O clima quente e específico a que se acostumaram, nem sempre facilitou as sua adaptação no replantar ( levados por turistas) em outras regiões do mundo.

ervas de provence frescas

Foi aí que um comerciante teve a ideia de secá-las e industrializá-las. A partir dos anos 70, Ervas de Proença passaram a ser vendidas em conjunto desidratadas, sem perder o seu sabor original.

Não há uma receita padronizada para o mix francês. Tradicionalmente, inclui manjericão, louro, manjerona, alecrim, segurelha e tomilho. Raspas de casca de laranja às vezes são adicionadas, assim como lavanda. De modo geral, a combinação resulta em sabor relativamente adocicado, picante e mentolado.

ervas de provence 1

Muito usada para temperar peixes, carnes e vegetais, a mistura geralmente é adicionada durante o cozimento, pois é a melhor maneira de capturar o seu sabor. Pode também temperar azeites, que ficam ótimos em pratos típicos da região mediterrânea ou simplesmente regados sobre frango e peixe grelhados, acompanhados de tomate, batata e azeitonas. O conjunto de ervas faz ótimo efeito, ainda, em molhos para pizza, sopas, omeletes, legumes refogados, carnes de caça e espetos de carne ou frango. Embora seu uso mais interessante seja nos pratos quentes, nada impede que entre em temperos para salada e seja polvilhado sobre queijos.

ervas de provence

Saúde

Além de deixar as receitas saborosas, este mix de ervas faz bem para a saúde por estimular o apetite e substituir o sal na alimentação de hipertensos, já que seu aroma pronunciado engana o paladar, escamoteando um pouco a ausência do sabor salgado.

http://www.kampodeervas.com.br/ervas-provence