espinheira santa

Maytenus ilicifolia é uma espécie medicinal nativa, com maior ocorrência no Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, pertencentes à família Celastraceae, são popularmente conhecidas como espinheira-santa ou cancorosa. Estas espécies apresentam propriedades medicinais para problemas de gastrite e úlcera gástrica comprovadas por pesquisas coordenadas pelo CEME (Central de Medicamentos) do Ministério da Saúde do Brasil.

espinheira santa 2

A espinheira-santa é empregada no tratamento de problemas estomacais (gastrites e úlceras). Estudos iniciais revelaram que elas contêm compostos bioativos que mostraram potente ação anti-tumoral e anti-leucêmica em doses muito baixas. Na medicina tradicional o emplasto de suas folhas é usado no tratamento do câncer de pele. O decocto das folhas é usado em lavagens para o mesmo tratamento. Porém seu uso mais popular é no tratamento de úlceras, indigestão, gastrites crônicas e dispepsia.

A espinheira-santa tem se tornado conhecida e usada na medicina herbalística do mundo todo, onde o extrato de suas folhas vem sendo empregado para úlceras, para recomposição da flora intestinal e inibição de bactérias patogênicas, como laxante, para eliminar toxinas através dos rins e pele e para regular a produção de ácido clorídrico do estômago.

Também é utilizada em banhos como cicatrizante das inflamações da pele (acne, eczema, herpes).

espinheira santa cha