Licopeno não é exatamente um nutriente, é um pigmento vegetal que as plantas desenvolvidas para proteger contra os efeitos da luz e da oxidação do ar. Esta substância é responsável por dar os frutos característicos vermelho ou laranja e certos vegetais.
Licopeno pertence ao grupo dos beta-caroteno, mas não convertido em vitamina A, razão pela qual se acreditava que ele não tinha nenhum significado fisiológico. No entanto, vários estudos têm demonstrado que o licopeno é altamente benéfico para a saúde humana.
O nome de licopeno vem do latim "Solanum lycopersicum L.", como é chamado o tomate, que foi dada em 1903.
Licopeno está presente no organismo no sangue e tecidos, mas é especialmente concentrada na próstata. Esta substância não podem ser sintetizados pelo organismo, é obtida através da dieta ou através de suplementos, suplementos de licopeno no entanto não são recomendados em mulheres grávidas ou a amamentar, mas pode ser adquirido através da dieta.
A principal fonte de licopeno são os tomates (especialmente maduros que contêm aproximadamente 83%) e produtos (ketchup, molhos, conservas, sucos, etc) .. Ela também é encontrada em outras frutas e legumes, como melancia, mamão, goiaba, grapefruit rosa, damasco e cenoura.
O licopeno é melhor absorvido pela gordura, que é por isso que quando usado com óleo ou outros alimentos gordurosos, tais como abacate ou nozes, são facilmente absorvidas. Atualmente, o licopeno também é utilizado como corante alimentar.
Outra das grandes virtudes de licopeno é o seu poderosas propriedades antioxidantes que protegem o corpo do stress oxidativo causado pelos radicais livres.
Há vários estudos que ligam o licopeno com câncer de próstata reduzida, pulmão e trato digestivo. Também previne doenças cardiovasculares, síndrome de degeneração macular, catarata e certas complicações durante a gravidez, como pré-eclâmpsia e crescimento fetal vacilante.
Em relação à dose ideal de licopeno, sem padrões, mas intervalos aproximados que sugerem uma contribuição de 4 a 6,5 ​​mg. por dia.
Para se ter uma idéia, uma porção de 60 gramas de purê de tomate, o que pode fazer parte de uma refeição ou o molho que acompanha um alimento, pode fornecer cerca de 10 mg. de licopeno.

Licopeno não é exatamente um nutriente, é um pigmento vegetal que as plantas desenvolvem para se proteger contra os efeitos da luz e da oxidação do ar. Esta substância é responsável por dar aos frutos a coloração vermelha ou laranja, em certos vegetais.


O nome de licopeno vem do latim "Solanum lycopersicum L.", como é chamado o tomate, que foi dada em 1903.

                                            licopeno - tomate

O licopeno é um carotenóide presente no tomate, porém sua absorção é mais satisfatória quando submetido ao calor do cozimento, isto porque o calor rompe as membranas celulares e libera o licopeno de uma matriz de proteínas e fibras facilitando assim o seu contato com a parede intestinal.

O Licopeno está presente no organismo no sangue e tecidos, mas é especialmente concentrado na próstata. Esta substância não pode ser sintetizada pelo organismo, é obtida através da dieta ou através de suplementos (cápsulas).

A principal fonte de licopeno são os tomates (especialmente maduros que contêm aproximadamente 83%) e produtos derivados (ketchup, molhos, conservas, sucos, etc), sendo também  encontrado em outras frutas e legumes, como melancia, mamão, goiaba e cenoura. Sabe-se também que os tomates que amadurecem no pé são mais ricos em licopeno que aqueles que amadurecem depois de colhidos.

licopeno - melancia   licopeno - suco   licopeno - molho

O licopeno é melhor absorvido pela gordura, portanto quando usado com óleo ou outros alimentos gordurosos, tais como abacate ou nozes, a absorção é facilitada. Atualmente, o licopeno também é utilizado como corante alimentar.

Estudos mostram que o consumo deste carotenóide pelo menos 2 vezes na semana reduz em 34 % os riscos de câncer de próstata. Alguns trabalhos associam níveis elevados de licopeno a uma menor incidência de câncer de mama devido a sua ação antioxidante, o que minimiza o estresse oxidativo, uma das causas da doença.

 Também previne doenças cardiovasculares, síndrome de degeneração macular, catarata e certas complicações durante a gravidez, como pré-eclâmpsia e crescimento fetal vacilante.

Em relação à dose ideal de licopeno, não existe padrão estabelecido, mas sugestão aproximada de 4 a 6,5 ​​mg por dia.
Para se ter uma idéia, uma porção de 60 gramas de purê de tomate, o que pode fazer parte de uma refeição ou o molho que acompanha um alimento, pode fornecer cerca de 10 mg de licopeno.

 

PARA QUE SERVE O SELÊNIO

é um antioxidante que age como a vitamina E protegendo as membranas celulares da oxidação. É usado como suplemento em casos de alergias e degeneração macular.

FONTE ALIMENTAR DE SELÊNIO

castanha do pará, salmão, aveia, suco de laranja,ostras...

 

Por: Eliza Tomoe Harada